A minha dieta Destaque

A minha dieta – semana 19 – Já vejo a meta lá ao fundo!

IMG_2888

Já falta tão, mas tão pouco!

Duas semanas e acabou-se! Comer chocolate (com moderação, obviamente) vai ser uma realidade.

E não só no dia do lixo, de vez em quando poderei comer. O facto é que já me faz menos falta do que fazia e o meu estômago já não aguenta as quantidades de comida que aguentava…

Ao longo destas semanas aprendi coisas com o meu corpo que nunca mais vou esquecer:

  • O pequeno-almoço e o almoço são as refeições mais importantes, aquelas em que posso – e devo – comer em maior quantidade e com um número de calorias mais razoável. A partir daí é reduzir quantidades e calorias e – preferencialmente – o jantar é a última refeição;
  • Se beber 1 litro de chá (ou água para quem preferir) desde o fim do jantar até ir dormir sinto-me mais cheia e o organismo aproveita para “limpar” com a ajuda do chá. De manhã, quando acordo, estou completamente desinchada e a balança é mais minha amiga;
  • Nos dias do lixo (ou quando caio em tentação) como sem culpa! No dia seguinte retomo a dieta normalmente e não me peso. Dois dias depois voltou tudo ao normal;
  • A gelatina é a minha maior amiga. De preferência com baixas calorias, ingiro a quantidade que quero e ajuda-me a ultrapassar a gula momentânea;
  • Os refrigerantes não me fazem falta! Muito raramente bebo e sou feliz com água, Chá, Café e cola zero. De vez em quando aprecio um bom tinto e não tenho grandes consequências com isso;
  • O azeite e o limão são o meu tempero escolhido para cozinhar e as ervas aromáticas fazem o resto.

Olhando agora para trás percebi que, para além da estética e da saúde, passei a encarar o ato de comer de uma forma completamente diferente.

Como tudo na vida, tem de ser planeado e gerido! E isso tráz muito mais prazer no ato de comer, associado ao orgulho de fazer as coisas bem feitas e com disciplina. E a sensação e motivação são indescritíveis…

Também por ter reorganizado essa parte da minha vida acabei por conhecer outros sabores e paladares, experimentar novos alimentos e formas de os cozinhar, e passei a olhar a arte da culinária e da nutrição com outros olhos…

Legumes, vegetais e frutas podem ser algo delicioso! E permitem múltiplas combinações.

Estou perto, muito perto, de concretizar o meu objetivo: perder 9 quilos e chegar aos 63 quilos.

Já vejo a meta lá ao fundo… 😉

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply
    Ana
    5 Maio, 2016 at 9:39

    gosto do blog mas trás é com z, é só isso.

    • Reply
      Marta Cardoso
      8 Maio, 2016 at 1:07

      Olá Ana.
      Obrigada pela dica. Vou já alterar essa gralha!
      Beijinho e bom fim-de-semana.
      Marta

  • Reply
    Vânia
    20 Junho, 2016 at 11:35

    Parabéns pelo blog Marta.
    Querida Ana a Marta escreveu corretamente, a primeira palavra “tras” da frase “olhando para trás..” define lugar e ai ser com ” s”, a segunda da “traz” da frase ” e isso traz mais prazer no ato de comer..” vem de trazer, transportar..tem sentidos diferentes e bem aplicados…:-)

  • Leave a Reply