A Quinta - Desafio

Pedro C. analisa a Quinta: “Foi o Luís que começou a guerra com o Diogo”.

pedro

Luís VS Diogo
As emoções na Quinta estão como as acções na bolsa. Ora sobem, ora descem.
E se os nossos agricultores pensavam que a paz que se avizinhava vinha para ficar, pois não é que as contas lhes saíram furadas?
Por várias vezes já partilharam a mesma casa, mas se havia algum tipo de faísca entre Diogo e Luís passou despercebida. Até esta semana.
Diferenças entre os dois estão bem visíveis.
O Diogo, mais calmo, tranquilo e por vezes a roçar o infantil.
Luís, por muito que não se relacione com a ex-concorrente Érica, também gosta do seu “quê” de provocação, de espicaçar.
A única coisa em que o Luís peca é, de facto, na sua capacidade de se expressar, que por vezes não é a melhor.
Argumentação um tanto confusa, que deixa quem está a ouvir perdido no meio da conversa.  ​
Esta falsa paz sofre uma quebra no momento em que Luís acusa Diogo de ser falso. O que me deixa a pensar no seguinte:
Haverá algo que tivesse ficado pendente no passado, e Luís só teve agora coragem de enfrentar Diogo?
Ou será algo que se passou fora do reality e que deixou o Alentejano a pensar nas acções do Gigante de Sesimbra?
Facto é que foi Luís que “começou” esta guerra, apanhando Diogo perdido no assunto.
Joana ou Sofia, terão influencia neste bate boca? Estiveram os quatro na edição quatro, partilharam o mesmo espaço no desafio final 3. Aqui há algo que está a escapar.
Há aqui pontas soltas e Luís está a começar a levantar a ponta de um véu que, no meu entender, ainda vai surpreender muita gente.
A salvo das nomeações ficou Diogo.
Eu, como é óbvio, estou a apoiar o meu conterrâneo para que ainda fique na Quinta. Pois, para além de ficar um representante do Alentejo, estou curioso para ver o desenrolar desta história que ainda agora está a começar, e que seguramente ainda vai dar que falar.
Texto de Pedro Capitão para o Zoom In

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply