Obrigada por me lembrares disto!

Obrigada por me lembrares disto! – p.23 – Tão perto e tão longe…

tão perto e tão longe

Isto não se compreende!

Cada vez mais conheço pessoas que escrevem testamentos nas redes sociais, que trocam juras de amor pelo whatshapp, que choram pelo skype mas… quando estão olhos nos olhos mal conseguem articular uma palavra…

O lado pernicioso da tecnologia é este: conhecemos o mundo através da web e vivemos tão isolados num qualquer cantinho do planeta…

Falta o cheiro das flores, o calor do abraço, o cansaço bom das caminhadas…

Obrigada Manuel por me lembrares disto! 🙂

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply